Mulher

Entenda

Estrutura Organizacional e de Gestão

A Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres da Presidência da República — SPM/PR — é composta por três secretarias que expressam a abrangência das políticas para as mulheres que vêm sendo implementadas no País. A primeira delas é a Secretaria de Articulação Institucional e Ações Temáticas, que tem um amplo espectro de atuação relacionado à formação de agentes públicos e à formulação de políticas para as mulheres nas áreas de educação, cultura, lazer, esportes, saúde e participação política, considerando sua diversidade racial, de orientação sexual, geracional, entre outras. A segunda é a Secretaria de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres, que deve formular políticas voltadas à prevenção, ao combate à violência e à assistência e garantia de direitos às mulheres em situação de violência. A terceira é a Secretaria de Avaliação de Políticas e Autonomia Econômica das Mulheres, criada para formular, implementar e apoiar programas e projetos nas áreas de trabalho, empreendedorismo e autonomia econômica, além de desenvolver, apoiar e disseminar estudos e pesquisas, indicadores e estatísticas sobre temáticas de gênero. Essa Secretaria também deve avaliar e monitorar os planos de políticas para as mulheres nos Estados, no Distrito Federal e nos Municípios.
Compõem também a SPM/PR:

  • o Conselho Nacional dos Direitos da Mulher — CNDM —, instância de controle social composta por representantes da sociedade civil e do governo;
  • a Ouvidoria da Mulher, canal estratégico de diálogo entre a Secretaria e as mulheres brasileiras;
  • o Ligue Denúncia 180, serviço gratuito de abrangência nacional que recebe denúncias e reclamações sobre os serviços da rede e orienta as mulheres sobre seus direitos e a legislação vigente, encaminhando-as, se for o caso, para os serviços de atendimento.

Em Minas, a Subsecretaria de Mulheres compõe a estrutura da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania — Sedpac —  e tem por finalidade elaborar, coordenar, avaliar e executar ações das políticas públicas estaduais voltadas para mulheres. O Conselho Estadual da Mulher de Minas Gerais, órgão vinculado à Sedese de composição paritária, com representantes da sociedade civil organizada e do governo, tem realizado ações voltadas para a ampliação da cidadania das mulheres.

Atuação da Assembleia Legislativa de Minas Gerais
  • Na Assembleia Legislativa, as seguintes Comissões são os pontos focais para discussão dos problemas relacionados a este tema:
  • • Direitos Humanos  
Eventos relacionados
05/05/2016 - 09:30

Reunião Extraordinária - Comissão Extraordinária das Mulheres

discutir sobre a mulher e o mercado de trabalho, em especial sobre a participação e a...

26/11/2015 - 09:00

Reunião Conjunta - Comissões de Participação Popular e Comissão Extraordinária das Mulheres

Debater o Orçamento Mulher.

04/11/2015 - 17:00

Reunião Conjunta - Comissões de Participação Popular e Fiscalização Financeira

Debater o Projeto de Lei nº 2.937 / 2015, que institui o Plano Plurianual de Ação ...

Fiscalização
Requerimento 7458/2016

Requer seja formulado voto de congratulações com as Sras. Bárbara Andrade e Juliana Saquetto por terem sido escolhidas pelo Conselho da Mulher Empreendedora - CME - e pela Associação Comercial e...

Requerimento 5698/2016

Requer seja encaminhado ao governador do Estado pedido de providências para a imediata eleição e nomeação das conselheiras do Conselho Estadual da Mulher – CEM –, conforme previsto desde 2014.